Este Blog é destinado à comunidade da Escola Municipal de Ensino Fundamental João da Silva Silveira: alunos professores, funcionários e moradores do Monte Bonito. Tem por objetivo discutir e divulgar questões relacionadas à Escola e propor ações culturais e sociais na localidade onde está inserida. Entre em contato pelo telefone (53) 3277 3339.

sábado, 29 de maio de 2010

Encontros no noturno

Delegado da Polícia Civil fala à platéia

Padma expõe Cultura da Paz

Isabel Martins fala pelo Conselho Tutelar

A escola está sempre possibilitando, aos alunos e à comunidade em geral, momentos de discussão de problemas importantes. Nesta última quarta-feira, às 19:30 h, foi a vez de se discutir com alunos, pais e comunidade em geral, na presença de setores do poder público, a questão da violência nas relações familiares. O encontro contou com a presença de importantes debatedores que vieram trazer sua experiência e sua palavra abalizada ao público do Monte Bonito. Se fizeram presentes na escola a Delegacia dos Direitos da Criança e do adolescente, na pessoa do Delegado da Polícia Civil Osmar dos Anjos, O Sr. Padma Querido, do movimento de Cultura da Paz, a Sra. Isabel Martins, conselheira tutelar, e o Sr.Enio Oresmann da Silva, inspetor de polícia. Presenças como essas muito nos honram e são sempre bem vindas. A comunidade escolar agradece.

quinta-feira, 27 de maio de 2010

Alguém do País do Sol Nascente

Mais uma bandeira

Viva! Temos um novo internauta do país do sol nascente. Acaba de acessar o blog um internauta do Japão! Entrou hoje também mais alguém dos Estados Unidos e, na semana passada, foi a vez de Moçambique. Já temos acessos dos quatro continentes. Só falta a Oceania! Obrigada, internautas do mundo inteiro!

Chuva adia novamente o campeonato inter-séries

Em virtude das fortes chuvas que ocorreram hoje pela manhã o campeonato inter-séries da escola foi novamente adiado. Os jogos, que eram dia 20 de maio e ficaram para hoje, eram muito aguardados pela gurizada que novamente ficou decepcionada com o clima. Sem opção, vez que a escola não possui quadra coberta, foram oferecidas aos alunos atividades in door na biblioteca e no refeitório. Espera-se que o tempo colabore numa próxima ocasião.

Fotos do Aniversário da Escola

Os pequenos adoram os bichinhos de balões
Professores e funcionários parceiros na hora de distribuir o bolo
Crianças curtiram a pintura de rosto
Um bom público assistiu as apresentações
Grupo Fuxico se apresentou
Certificados de seminários foram entregues
Show dos meninos cantores
Merendeira Isabel se esmerou nos cachorros-quentes
Bolo grande para adoçar a todos
A banda do professor Zezinho encantou os presentes
Alunos interagem com o grupo Fuxico
Publico atento às brincadeiras

O aniversário da nossa escola, comemorado no sábado 22 de maio, teve muitas atrações para os alunos. Começou com o hasteamento das bandeiras, depois foram cantados o hino nacional e o da escola , a banda se apresentou e logo o Grupo Fuxico deu início ao seu show de mágicas. Em prosseguimento, os alunos tiveram cachorro quente e bolo e, ao final foram entregues medalhas para os ganhadores do concurso de poesias, houve entrega de certificados dos seminários, apresentação dos alunos e o tradicional abraço à escola. Confira essa movimentada manhã através das fotos.

domingo, 23 de maio de 2010

Nossa escola está completando 82 anos este mês. Conheça um pouco de sua história!

ESCOLA JOÃO DA SILVA SILVEIRA

82 ANOS DE HISTÓRIA

A primeira professora da escola João da Silva foi Eulália Medeiros dos Anjos que já ensinava as crianças do Monte Bonito desde 1915. Em 19 de maio de 1928 foi assinado pelo intendente Dr. Augusto Simões Lopes o “Acto” nº 1715 que criava a Escola João da Silva Silveira . No dia 23 de maio de 1928, no prédio que havia sido sede da Companhia Francesa, empresa mineradora que explorava pedras na região e onde atualmente é o salão de festas da Comunidade católica Jesus Operário, era inaugurada oficialmente a escola. A professora Eulália era a responsável pela escola até 1944 quando esta recebeu a sua segunda professora, Dona Maria Fontoura que logo passou a ser a Diretora do colégio. A professora Eulália, a pedido da comunidade, continuou como professora da escola até 1959. Em 1976 a escola mudou-se para o local onde funciona até hoje. A mudança foi necessária porque o prédio antigo estava próximo às pedreiras que na época estavam em plena atividade e havia o risco de estilhaços de pedras que saltavam durante as explosões. Em 1978, a comunidade mobilizou-se mais uma vez para que tivéssemos uma turma de pré-escola que passou a funcionar naquele ano. Até 1984 a escola atendia até a 5ª série, a partir de 1984 passou-se a implantar o “primeiro grau” completo, sendo que a primeira turma de 8ª série se formou em 1987. Em 2002 passamos a funcionar também no turno da noite com a implantação de turmas de Educação de Jovens e Adultos (EJA). Atualmente a escola conta com 50 professores, e 20 funcionários nas funções de Serventes, Merendeira, Secretários, Monitores, Motoristas, Intérprete de LIBRAS, Assistente Social e Rondas. Nos primeiros anos a escola era administrada por regentes nomeados pelo governo municipal. Foram regentes as professoras: Eulália Medeiros, Maria Fontoura, Ana Matildes Silveira, Júlia Vasques Guimarães, Maria Helena Jaccottet, Maria Isabel Tillmam, Loni Krenziger, Irene Hubner, Marli Souza, Lindomar Batista, Isali Gonçalves Meireles, Nair Quevedo de Moura, Carmem Medeiros da Silva, Ana Girlei de Moura Lemos e Liana Redmer Machado. Na década de 80 passamos a ter diretores eleitos. Foram diretoras da escola as professoras: Girlei dos Santos Lima, Maria Eulália Silva Lemões, Maria Venilda Islabão Lopes e Maria Goreth de Sousa Lopes. Atualmente o diretor da escola é o professor Ricardo da Silva Moreira.

Confira o nome dos alunos vencedores da Gincana de Aniversário da Escola na Categoria Textos

TRABALHO VENCEDOR DA 2ªA

ALUNO: WILLIAN DA SILVA NASCIMENTO

Você soube me cativar
Com seus professores
Sempre a me ensinar...
Com a pracinha
Para eu brincar...
Com meus colegas
Gosto de estudar...
Pois moras dentro do meu coração.
De escolainha virou escolão!

TRABALHO VENCEDOR DA 2ªB

ALUNA: VALENTINE COSTA SINNOTT

Querida escola
Feliz aniversário.
Você está fazendo 82?
Tá fazendo sim
Eu te adoro minha escola.
Eu amo você.
Escola não se esqueça de mim
Te amo!

TRABALHO VENCEDOR DA 3ªA

ALUNA: JOANA LAUTENSCHLAGER MOREIRA

Parabéns pelo seu aniversário.
Você foi criada
No dia 19 de maio.
Em 1928, ano de alegria
Comemorado todos os dias
É o aniversário do João da Silva Silveira
Eulália Medeiros dos Anjos
Teve o prazer de ser
A primeira professora.
Parabéns pelo esforço.
Nós amamos nossa escola.
Temos que cuidar
Dos materiais
Para melhor estudar.

TRABALHO VENCEDOR DA 3ªB

ALUNA: BRENDA DRAVANZ

Escola bonita e cheia de alegria
É a Escola Municipal de Ensino Fundamental
João da Silva Silveira.
Ela é bonita, maravilhosa, legal...
Faz a gente aprender
A ler e a escrever letras maiúsculas e minúsculas,
Letra bastão e letra cursiva
E ensina a cuidar das árvores,
Das plantas e dos animais
E tudo que é bom para
Nós vivermos.

TRABALHO VENCEDOR DA 4ª A

ALUNA: DÉBORA PASSOS SAMPAIO

Escola João da Silva Silveira, escola exemplar
Igual a você não tem
E ninguém consegue imitar.
De professores geniais, de notas mil
Iguais a vocês não tem no Brasil.
Oitenta e dois anos é pouco, você merece muito mais.
O seu maior prêmio é formar profissionais.
Eu adoro esta escola, não tem como não gostar.
Vem conhecer, você vai se apaixonar.
O diretor é pontual, os professores são gentis,
As funcionárias dedicadas e o monitor sempre atento
Nessa escola só tem talento.
Não tem como não aprender.
Na Escola João da Silva
Você vai aprender.

TRABALHO VENCEDOR DA 4ª B

ALUNO: GABRIEL PASTORINI BASCHI

Escola João da Silva Silveira
É uma escola de primeira!
Quer a todos agradar
Com muitos locais para brincar.
Tem pracinha, quadra e o campo para jogar.
Adoro meus professores
e também andar pelos corredores.
Gosto de brincar com meus colegas
Principalmente de pega-pega.
Minha escola tem um diretor
E também computador.
Quando a gente apronta,
Certamente leva uma bronca!
Assim é minha velha João da Silva Silveira,
Sempre hospitaleira!

TRABALHO VENCEDOR DA 5ª A

ALUNO: LUAN GABRIEL DORNELLES

Ganhei o sol, ganhei o mar
E ganhei seu coração
E na escola João da Silva eu estudo de montão
Explosão de aprendizado
Que eu não pude acreditar
Há como é bom poder estudar
Depois que eu aprendi fui mais feliz
Estudar é perfeitamente o que eu sempre quis.
A leitura se encaixa perfeitamente em mim.
O meu quebra-cabeça teve fim.
Se for sonho, não me acorde
Que eu preciso estudar,
Pois só quem estuda
Consegue passar.

TRABALHO VENCEDOR DA 6ª A

ALUNO: MAICON ANDRÉ C. ALVES

João da Silva nossa escola,
Nos tratamos com amor
E pedimos ao pai do céu
Que nos abençoes com amor
E pedimos aos diretores que nos perdoe
por todas as nossas artes e brigas
João da Silva é uma escola
De muita educação
É uma escola muito boa
É a escola mais legal que eu já estudei
Parabéns pelo 82 anos.

TRABALHO VENCEDOR DA 6ª B

ALUNO: THALIS LUAN ANTUNES HUGO

A – alegria
B – bom garoto
C – coração
D – dar carinho
E – escola boa
F – família unida
G – geografia
H – historinhas
I – igualdade
J – João da Silva
L – lembranças
M – merenda
N – nada vai nos separar
O – orgulho
P – passar de série
Q – quero mais
R – responsabilidade
S – saudade
T – tudo bem
U – união
V – visitante
X e Z – eu só escrevo de você

TRABALHO VENCEDOR DA 7ª A

ALUNO: GABRIEL TIMM DE OLIVEIRA

Amigo aluno,
Escuta a explicação
Sobre a conta e a equação
Daqui da escola do João.
Pega a caneta.
Abre o caderno
E marca na apostila.
Guarda o celular

Ou vai parar na secretaria.
Amanhecia
E eu arrumava a mochila, saia...
O pessoal me dá bom dia.
E se prepara para jogar bola na quadra.
E quando o sinal bate na escola,
Todos correm para entrar primeiro
E todos querem jogar bola,
Por isso correm para o recreio.

TRABALHO VENCEDOR DA 7ª B

ALUNA: ALINE BROQUÁ SANTOS

Já estudei em duas escolas fora o João da Silva,
mas nenhuma delas tinha a alegria de ensinar e de auxiliar
o João da Silva tem uma história bonita
para contar.
O João da Silva não é nenhuma escola de luxo,
Mas é a mais procurada por possuir professores,
Funcionários e alunos maravilhosos.
Nunca estudei numa escola tão exuberante e unida.
Eu digo e repito se for preciso:
Eu tenho orgulho de estudar nessa escola
E de poder participar dessa história tão linda
Que o João da Silva tem.
Espero que um dia os meus filhos, os meus netos
E, quem sabe, até os meus bisnetos
Possam estudar aqui
E ver a beleza que é estudar numa escola
Unida e que luta por seus direitos.
Parabéns João da Silva Silveira
Pelos seus 82 anos de história
E de dedicação aos seus alunos.

TRABALHO VENCEDOR DA 8ª SÉRIE

ALUNO: LUCIEL DE SÁ BRITO DORNELES

Foi difícil no começo
Por motivos que eu conheço
Começou com dificuldades
Mas houve muitas bondades
Da parte dos sonhadores
E da parte da comunidade
Foi fundada a João da Silva
Após a luta intensiva.
82 anos de história
E após essa longa trajetória
Alunos e professores
Construíram uma história.
História que ficará
Gravada em nossa memória
Parabéns Escola João da Silva
.

sexta-feira, 21 de maio de 2010

Alunos da 8a. série homenageiam a escola


Os alunos da 8ª, nas aulas de Português da professora Sheila Furlanetto, refletiram sobre sua passagem pela escola e juntos resolveram prestar uma homenagem pelo aniversário do educandário através de um texto.
"Em todos esses anos na escola João da Silva encontramos dificuldades, que conseguimos vencer com o carinho e o conhecimento de nossos professores. Aqui também aprendemos coisas que vamos usar para a vida toda, como união, respeito, educação e conhecimento. Superamos nossas dificuldades com paciência, harmonia e atitudes respeitosas, formando assim nosso aprendizado. Com o passar do tempo, fizemos amizades, juntamos recordações, companheirismo e nos tornamos pessoas melhores. Talvez seja nosso último ano na escola por isso queremos deixar neste aniversário esta homenagem. À escola João da Silva, nossos parabéns pelos seus 82 anos. Seguiremos lá fora nossos sonhos ainda não realizados. Somos filhos deste universo muito gratos e felizes, pois este mundo continua a ser um belo mundo. Parabéns professores, funcionários e equipe diretiva. Para nós, alunos, é uma grande alegria podermos participar. Obrigado!"

domingo, 16 de maio de 2010

Jantar de aniversário da escola é sucesso!

Pessoal da escola sempre unido em torno das boas causas
O brinde foi um bolo
O pessoal comemora
Buffet variado
Esses assadores!
Gurias na cozinha
Crianças enfeitam a festa
Adriane anuncia o nome dos sortudos
Público agraciado com presentes
Mais brindes
E muitos mimos

O jantar em comemoração ao aniversário de 82 anos da escola foi um sucesso. Com a participação da escola e da comunidade, a festa foi bastante movimentada e contou com a presença de um bom público. O churrasco foi assado por professores, pais e alunos do noturno. O variadíssimo buffet de saladas e algumas sobremesas foram oferecidos pelas mães. Os comerciantes da localidade também fizeram sua contribuição doando brindes que foram sorteados entre as pessoas presentes. Foi, sem dúvida, um evento agraciado com a efetiva colaboração de todos, o que desde já se agradece. As comemorações relativas ao aniversário seguem na escola durante toda a semana com atividades como gincanas, torneio de futebol e atividades lúdicas, encerrando-se sábado com uma grande festa para a gurizada.

quarta-feira, 12 de maio de 2010

Mais fotos

Muitos encontros
Abraços
e rosas

No sábado, 08 de maio, direção, professores e funcionários participaram de uma reunião pedagógica. Na ocasião, foram tratados vários assuntos de interesse da escola. Houve também uma confraternização que homenageou aniversariantes e mães.

Jantar de Aniversário


Pessoal!! Hoje já é quarta-feira! Hora de adquirir o ingresso pro jantar comemorativo do aniversário da escola. A festa se realizará no sábado, dia 15 de maio, às 20 horas, na Comunidade Jesus Operário. Compre seu ingresso na escola.

Festa para as Mães

Mães reunidas
À espera das apresentações

Dia de brincar

Piazada ensaiada

diz a que veio

e encanta a platéia

No final, as delícias de um chá

Nossa escola organizou ontem uma festa para homenagear as mães. Elas chegaram por volta das 14h e logo foram recebidas pela direção reunindo-se a fim de tratar de assuntos de interesse da escola, como transporte escolar, obras e aniversário do colégio. No refeitório, a professora Adriane preparou brincadeiras para divertir as mães. Os alunos, ensaiados pelas professoras, apresentaram números de canto e coreografia. No final, a equipe diretiva, os professores e funcionários ofereceram ao grupo um saboroso chá.

segunda-feira, 10 de maio de 2010

Pedro, um ano!

Adriane, Régis e Pedro...

...já fazendo estripulias...

...receberam familiares e amigos...

...em meio aos "bichos da floresta",

com direito a uma pausa para amamentar o "filhote".

Mas era véspera do Dia das Mães, e elas foram homenageadas.

Adriane, Régis e fihos, agradeceram a presença de todos.

No sábado, dia 8 de maio, a professora Adriane, coordenadora da Escola, junto com o marido Régis, familiares e amigos, comemoraram o primeiro ano do Pedro numa festa muito animada em meio aos "bichos da floresta". Vejam alguns clics dessa linda comemoração.

domingo, 9 de maio de 2010

Mães e mestras



"É um choro doído, quase um lamento. A criança, ainda um bebê, mas já dentro de uma pré-escola, clama pelo conforto do colo materno. A professora, muito jovem e que ainda não é mãe, mas com um forte instinto para sê-lo, abraça a criança, acaricia seus cabelos e com um tom de voz que só as mães sabem ter, acalma-a.
Cena comum nos dias de hoje, pois cada vez mais cedo as crianças chegam à escola e, consequentemente, mais necessidade de uma transição precoce e harmônica entre o lar e a escola. Missão complexa e que exige parceria entre a família e a escola; compreensão dos pais sobre a importância do trabalho da escola e dos limites da responsabilidade desta e muito conhecimento pedagógico dos professores.
Por mais estranho que possa parecer a alguns, esta tarefa sempre será melhor executada pelas mulheres. O instinto materno haverá de prevalecer nestas relações, pois a maternidade é o primeiro e mais permanente vínculo de afetividade do ser humano, mesmo que sua vida oficialmente seja datada e registrada ao nascer, sua verdadeira idade tem que contar desde a concepção. Neste período, entre a concepção e o nascimento, sua relação é somente com a mãe. Inclusive tratados como se fossem um único ser em razão da “indissociabilidade” que caracteriza este período.
As mulheres mães e as mulheres professoras, mães e mestras, tendem a uma fusão importante e que permite uma melhor transição para este verdadeiro segundo nascimento de uma criança quando esta nasce do “útero” familiar para o “útero” da sociedade.
Não que a escola tenha que substituir a família e as responsabilidades desta sobre a educação dos filhos ou mesmo compensar, mas sim a responsabilidade de harmonizar este importante momento em que as crianças veem distanciarem-se os laços que as unem às mães e uma nova realidade, com abertura de novos horizontes e uma necessidade permanente de novos conhecimentos para enfrentarem esta nova realidade com as melhores chances de sucesso.
É imperativo que esta missão de ensinar as crianças nesta tenra idade recaia sobre as mulheres. Ninguém melhor do que elas saberá entender as dores que brilham nos olhos destes pequeninos ao se umedecerem por lágrimas sinceras ao sentirem o afastamento, mesmo que temporário, de suas mães que, neste mundo globalizado, têm que sair em busca do sustento da família, mas que em nenhum momento abdicam das tarefas inerentes à maternidade, realizando uma jornada dupla de trabalho, mas compensada pela dedicação das professoras das pré-escolas e dos primeiros anos do ensino fundamental.
Por tudo isto, que não é pouco, pois se trata de vidas em processo de formação plena, primeiros passos para o futuro, que se torna indissociável a relação entre mães e mestras. O colo e as mãos de ambas afagam as crianças em seus momentos de tristeza com carícias que somente elas sabem dar com plenitude."

.

Por Neiff Satte Alan

professor

sexta-feira, 7 de maio de 2010

CONVITE


Venha comemorar conosco!

Nossa escola completa 82 anos este mês. Para comemorar a data, convida a comunidade a participar de sua festa a realizar-se no sábado, 15 de maio, às 20 horas, no Salão da Comunidade Jesus Operário. O cardápio do jantar será coxa, sobre-coxa, saladas e arroz. O valor do ingresso será de R$ 8,00 para adultos e R$ 4,00 para crianças de 4 a 7 anos. Menores de 4 anos não pagam. Os interessados podem se dirigir à escola para comprar seus ingressos antecipadamente.
.
Não percam!
.

Homenagem às mães


A mulher tem o privilégio de compartilhar com Deus a criação, oferecendo seu ventre para a geração da vida, portanto ser mãe é uma das formas mais expressivas de se vivenciar o amor divino. No entanto, é preciso cuidar da vida, protegê-la e defendê-la das ameaças do mundo, sendo esta uma responsabilidade muito grande que exige doação, trabalho, coragem e ousadia, algo que não pode ser realizado por qualquer um. Foi por isso que Deus confiou à mulher essa tarefa, pois ela é capaz de se doar inteiramente e defender a vida de seus filhos acima de tudo. Para cumprir essa tarefa tão especial e, ao mesmo tempo, tão exigente, a mulher precisa contar com a contribuição de homens que valorizem a tarefa de mãe e se coloquem na defesa e valorização da vida para que juntos, homens e mulheres, possam celebrar a alegria de serem construtores de um mundo mais fraterno onde o amor, a paz e o respeito ao próximo sejam o ideal a ser atingido. Quando esse dia chegar finalmente poderemos dizer

FELIZ DIAS DAS MÃES

e de toda a humanidade.

Professor Ricardo Moreira

Diretor


terça-feira, 4 de maio de 2010

Ciclo de Debates: Os Lugares da Arte

Os debates acontecem no IAD/UFPel

Professora Ursula palestra para professores da rede que participam do Ciclo

A professora Ursula, da Universiade Federal de Pelotas, enviou artigo para o Blog, que postamos a seguir. Desde já agradecemos tão importante colaboração e ficamos à disposição para novas publicações do seu grupo de pesquisa.
Blog da EMEF João da Silva

"Iniciou na quarta-feira, dia 28 de abril, o Ciclo de Debates: Os Lugares da Arte, promovido pelo Projeto Arte na Escola, do Instituto de Artes e Design da UFPEL. Este Ciclo será importante para a atualização de temas espeíficos para o ensino de Arte. Desde a aprovação da Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, n.º 9.394/1996, que novas discussões sobre concepções e metodologias para o ensino e aprendizagem da arte nas escolas foram levantadas. A partir de então, a área passou a ser identificada por Arte (não mais Educação Artística) e foi incluída na estrutura curricular como área de conhecimento, com conteúdos próprios ligados à cultura artística e não apenas como uma atividade dentro da escola: “o ensino da Arte constituirá componente curricular obrigatório, nos diversos níveis da educação básica” (LDBEN 9.394/1996, Art. 26, § 2º). Com a elaboração dos Parâmetros Curriculares Nacionais (Brasil, 2001), o ensino da arte ficou estipulado em quatro modalidades artísticas para o ensino fundamental e médio: artes visuais, dança, música e teatro. Cabe à escola definir as modalidades que farão parte do currículo, a partir de então, contratar professores especializados na modalidade artística escolhida. É importante destacar duas questões são apontadas como essenciais pelos Referenciais Curriculares do Estado: a necessidade da interdisciplinaridade na escola e, na concepção de educação, a passagem do foco do ensinar para o aprender. Estes conceitos já aparecem na LDB e nos PCN, mas as formas de viabilizar os novos modos de trabalhar na escola de modo de que o próprio professor adote atitudes reflexivas, interdisciplinares, e de pesquisador parecem pouco vivenciadas. O professor de arte precisa ter consciência tanto do seu comprometimento no processo de ensino-aprendizagem, destacando que o saber específico da arte também é importante na produção de conhecimento como as outras disciplinas curriculares, quanto do universo de possibilidades que a área artística pode abranger no que tange à interdisciplinaridade. Conforme consta nos PCN’s: A manifestação artística tem em comum o conhecimento científico, técnico ou filosófico seu caráter de criação e inovação. Essencialmente, o ato criador, em qualquer dessas formas de conhecimento, estrutura e organiza o mundo, respondendo aos desafios que dele emanam, num constante processo de transformação do homem e da realidade circundante. O produto da ação criadora, a inovação, é resultante do acréscimo de novos elementos estruturais ou da modificação de outros. (BRASIL, 2001, p.32). O professor de arte precisa valorizar seu campo de saber como área de produção de conhecimento e ver sua disciplina vinculada a um currículo de formação básica. Como afirma Guiomar Mello, o currículo torna-se um elo social: “conecta a esco­la com o contexto, seja o imediato de seu entorno sociocultural, seja o mais vasto do País e do mundo. Se currículo é cultura so­cial, científica, cultural, por mais árido que um conteúdo possa parecer à primeira vista, sempre poderá ser conectado com um fato ou acontecimento significativo, passado ou presente” (MELLO, 2009, p.13). É importante, portanto, que o professor tenha noção de seu papel dentro deste currículo e como a interdisciplinaridade pode ser um caminho que amplie horizontes de trabalho, inserindo o aluno no universo do saber pela busca, pela curiosidade e pela pesquisa. Assim o aluno passa de ouvinte a ser aprendente. E a escola que se pretende contextualizada, deve se ver em rede, como aponta o documento dos Referenciais Curriculares: “Uma rede pode ser de pessoas, de insti­tuições, de países. No caso de uma rede de escolas públicas, a conexão que permite com­partilhar e construir conhecimentos em cola­boração é muito facilitada com a existência de um currículo que é comum a todas e que também assume características próprias da realidade e da experiência de cada escola” (idem, p.13). Este intercâmbio de escola e sociedade será um dos caminhos para se deslumbrar esta aprendizagem de fundo colaborativo. Dada esta temática, acreditamos que este Ciclo de Debates está sendo importante para a rede de ensino, mais especificamente para os professores de Arte."
.
Profa. Dra Ursula Rosa da Silva
Instituto de Artes e Design/UFPEL
Mestrado em Memória Social e Patrimônio Cultural/ICH/UFPEL
. .