segunda-feira, 4 de julho de 2011

Fogueira de São João



Aqui, recebendo o primeiro fogo


Aqui, ainda tímida


Aqui, começa a tomar ares de poder



Aqui, atinge todo o seu esplendor

e queima,  vai queimando até de sua estrutura só restarem cinzas

Nossa fogueira ontem, de autoria de Delamar Brahm da Silva, marido de nossa funcionária Ana Paula, foi um verdadeiro sucesso! Uma fogueira que queimou e aqueceu durante um bom tempo, no cair daquela tarde excessivamente fria e inóspita, fazendo o encantamento dos adultos e a alegria das crianças presentes. Nossos agradecimentos ao Delamar por tão brilhante trabalho!

 Orígem das fogueiras juninas
De origem europeia, as fogueiras juninas fazem parte da antiga tradição pagã, de celebrar o solstício de Verão. A fogueira do dia de 24 de Junho, tornou-se pouco a pouco na Idade Média, um atributo da festa de São João, o santo celebrado nesse mesmo dia. Ainda hoje, a fogueira de São João é o traço comum que une todas as festas de São João europeias.
Uma lenda católica, cristianizando a fogueira pagã estival, afirma que o antigo costume de acender fogueiras no começo do Verão Europeu, tinha as suas raízes num acordo feito pelas primas Maria e Isabel.  Esta teria de fazer uma fogueira no cimo do monte, para avisar que estava prestes a  nascer o seu filho ( João Baptista); assim Maria iria em seu auxílio.

Fonte: Blog Magistério6971

2 comentários:

Ricardo disse...

Verdadeiras obras de arte as fotos da fogueira, especialmente a última. belo trabalho!

Anônimo disse...

Obrigada, Diretor! As fotos ficaram realmente boas, mas o grande mérito se deve à própria fogueira, esta sim uma verdadeira obra de arte!

Maribel Felippe